Compositores: Samir Trindade, Alexandre Moreira, JR Beija-Flor, Rômulo, Thiago Alves, Zé Nogueira e Chiquinho L.S

Mãe quelé, luz da liberdade
O seu axé é ancestralidade
Desabrochou no interior, nega flor
Ecoou o clamor que afaga
Talento que não aceita sinhô
E cala lamento de dor
Filha de ganhadeira, singela
Força da mulher guerreira, favela
É preta, é jongueira
Glória à Portela, amor de Mangueira

Cadê você voz da cor
Vem vadiar , embala todos nós
Ainda estamos de pé, remando contra maré
E não estamos sós

Brilhou uma estrela, tão lindo ve-la
O Brasil é negro
Dança e ladainha, pastora e baianinha, iaiá
Partido, reza, encanto, canto de santos e orixás
Ê zambi ê , ê zambi á
Cativeiro findou, saravá pai Oxalá
Ê zambi ê, ê zambiê á
O dia chegou, é hora de coroar
Rainha, vai ressoar uma verdade
Vem reviver na emoção, canta Mocidade

De corpo fechado eu vou
Levo de herança “a cruz”
Resistência, onde o samba faz morada
Sou a luta de uma raça
Clementina de Jesus

Comentários