A Unidos de Vila Isabel passa por mais uma mudança política. Dessa vez, o vice-presidente Luiz Guimarães pediu licença e Capitão Guimarães também comunicou o afastamento da azul e branco. A informação foi divulgada na coluna do jornalista Ancelmo Gois, nesta quinta-feira, e confirmada pelo site CARNAVALESCO.

Entre diversas questões alegadas, a principal é de divergência de pensamento e ações com o presidente Fernando Fernandes. No documento enviado ao Conselho Deliberativo da Vila Isabel, a razão da licença temporária é a incompatibilidade com o atual mandatário da azul e branco.

Procurado pelo site CARNAVALESCO, o presidente Fernando Fernandes disse desconhecer a ruptura com Capitão Guimarães. “Não fui comunicado. Não sei de nada disso. Tenho admiração pela família (Guimarães) toda. Só tenho palavras para elogiar. Não tenho raiva de ninguém. Estou na escola para ajudar”, disse.

Em agosto desse ano, o ex-presidente da Vila Isabel e da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Aílton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, foi homenageado pela sua escola de coração, ao dar seu nome para a quadra da azul e branco do bairro de Noel.

Encerrando seu discurso, Ailton Guimarães Jorge falou do Carnaval 2022 da Vila Isabel. “Vamos homenagear a figura mais marcante desta escola, que é o Martinho da Vila. A Vila Isabel apresentará um carnaval maravilhoso, posso garantir isso para vocês. Estive com o Martinho e ele falou que a safra de sambas está maravilhosa e teremos um grande conjunto de fantasias”.

Comentários