O Museu do Samba disponibilizou em seu canal no YouTube uma visita guiada à exposição “Semba/Samba: Corpos e Atravessamentos – Brasil e África: Traduzindo o Nosso Samba”. Quem conduz o “passeio” é o escritor e historiador Luiz Antonio Simas, que assina a curadoria textual da mostra, ao lado do escritor e compositor Nei Lopes.

A exposição celebra os saberes da ancestralidade africana e suas conexões socioculturais e religiosas com o universo das escolas de samba, reunindo obras de artistas como Rosa Magalhães, Milton Cunha, Lícia Lacerda, Bruno César, Ana Bora, Alessandra Reis, Marina Vergara, Mulambö, entre outros.

Idealizada por Aloy Jupiara, Felipe Ferreira, Nilcemar Nogueira e Rachel Valença, a mostra, que entra em sua segunda fase, tem curadoria artística e projeto expográfico assinados por Leonardo Bora e Gabriel Haddad, carnavalescos da escola Acadêmicos do Grande Rio.

Em tempos de pandemia, o tour virtual, totalmente gratuito, é uma grande oportunidade para cariocas e turistas conhecerem o Museu do Samba. A instituição, no entanto, continua recebendo visitas presenciais mediante agendamento. A marcação pode ser feita através do e-mail [email protected] ou pelo telefone (21) 3234-5777.

A atividade conta com patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Lei Municipal de Incentivo à cultura – Lei do ISS, e apoio do Ministério do Turismo, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.