O Museu do Samba vai promover um cine-debate virtual sobre o documentário “Damas do Samba”, de Susanna Lira. O encontro será no dia 20 de março, às 16h, no canal do Museu do Samba, no YouTube, celebrando o mês do Dia Internacional da Mulher.

O filme estará disponível gratuitamente entre os dias 19 e 21 de março na plataforma Vimeo, e a senha de acesso será divulgada pelas redes sociais do Museu no dia 19.

Com mediação da historiadora e cineasta Nathalia Sarro e da historiadora e gerente técnica do Museu do Samba, Desirree Reis, o bate-papo terá como convidadas especiais a cineasta Susanna Lira e a porta-bandeira da Portela, Lucinha Nobre, que participou do documentário.

Lançada em 2013, a produção resgata a presença das mulheres no samba e a importância delas na história da MPB. O longa exalta a trajetória de ícones como Tia Ciata, Dona Zica, Dona Neuma, Clara Nunes, Alcione, Leci Brandão, Jovelina Pérola Negra, Beth Carvalho e Clementina de Jesus, entre outras personalidades.

Centrada nas grandes escolas de samba cariocas, a obra aborda também o trabalho de importantes carnavalescas, passistas e porta-bandeiras.

O cine-debate também integra uma série de ações programadas pelo Museu do Samba para dialogar com a exposição “Semba/Samba: Corpos e Atravessamentos”, em cartaz na instituição, que está completando 20 anos de fundação. A mostra celebra os saberes da ancestralidade africana e suas conexões socioculturais e religiosas com o universo das escolas de samba.

Sempre gratuitas, as ativações dos próximos meses incluem exibições de documentários, encontros com artistas, aulas, debates, performances, além das visitas guiadas, que podem ser agendadas pelo (21) 3234-5777 ou pelo e-mail [email protected]

Serviço:
Cine-debate sobre o documentário “Damas do Samba”
Data: Sábado, dia 20 de março
Horário: 16h
Local: Canal do Museu do Samba, no YouTube

OBS: O filme estará disponível gratuitamente entre os dias 19 e 21 de março na plataforma Vimeo.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.