Dando sequência à série de entrevistas com os candidatos à Prefeitura do Rio, o site CARNAVALESCO conversou com Fred Luz, postulante ao Palácio da Cidade pelo Partido Novo. Os cariocas decidem no próximo dia 15 de novembro quem vai administrar o município entre 2021 e 2024.

Fred Luz é o que se costuma dizer em política, outsider, ou seja não possui carreira na política, nunca ocupou qualquer cargo público no legislativo ou executivo e participa pela primeira vez de um pleito eleitoral. O empresário foi CEO do Clube de Regatas do Flamengo entre 2014 e 2018, além de diretor comercial das Lojas Americanas.

Confira abaixo a entrevista com Fred Luz:

A atual gestão comandou uma cruzada contra o carnaval e as escolas de samba. A sua gestão vai dar apoio institucional e financeiro à festa?

Fred Luz: “Era de se esperar a cruzada, quando o Rio escolheu um Bispo da Igreja Universal. Uma cruzada estúpida, porque o carnaval faz parte da história e da cultura do carioca. Mas, o outro extremo, a posição de colocar dinheiro nos desfiles, também é ruim para uma Prefeitura que tem a obrigação de garantir ao povo os direitos fundamentais. A minha posição é não atrapalhar a realização dos desfiles e entender que eles são negócios altamente lucrativos para a iniciativa privada com repercussões positivas para a imagem do Rio. Não há motivo para colocar dinheiro numa atividade privada ou em eventos que por si sós são autossustentáveis.”

As escolas da Série A tem cada vez mais dificuldades em construir o seu desfile sem barracões. Qual a sua opinião sobre a Cidade do Samba 2?

Fred Luz: “Sou a favor da criação de um calendário de eventos de carnaval para o ano inteiro que contemple também a Cidade do Samba. Depois que passa o evento, o Sambódromo fica praticamente sem nada o ano inteiro! Isso é um absurdo! A Prefeitura pode ajudar os organizadores do Carnaval a criar este calendário para eventos durante todo o ano, no Sambódromo e na Cidade do Samba, e envolvendo todos os grupos de escolas. Atraindo patrocinadores, todos terão renda para melhorar seus sistemas de produção e criação e ainda poderão empregar muito mais gente nestas atividades.”

Como a prefeitura pode fomentar o carnaval de rua e os blocos, que trazem milhares de turistas para a cidade no período de carnaval?

Fred Luz: “Fazendo o que uma administração que se preocupa com a população e os turistas deve fazer: dando segurança, ajudando na organização e mantendo um serviço de limpeza eficiente.”

O que você considera que deva ser feito com o Sambódromo? Passar ao governo estadual ou manter com a prefeitura?

Fred Luz: “O Sambódromo é um equipamento da Prefeitura mas os eventos devem ser realizados pelos organizadores do Carnaval. Não é possível que um evento deste porte, que desperta a atenção do mundo inteiro, não possa ser sustentável financeiramente. É questão de planejamento e gestão. Além disso, temos que lembrar que a Prefeitura se encontra em dificuldades financeiras sérias e a prioridade precisa ser prestar serviços públicos de qualidade para quem mais precisa, na saúde, na educação, na segurança e no transporte público.”

Como a sua candidatura enxerga a importância do carnaval para a arrecadação da cidade do Rio de Janeiro?

Fred Luz: “O Carnaval é um evento importantíssimo para a cidade. Fonte de atração de turistas, de arrecadação de impostos e de movimentação da economia do município. Minha proposta é que a Prefeitura apoie o Carnaval prestando serviços de alta qualidade na preparação da cidade para que a população e os visitantes possam aproveitar ao máximo, com conforto e segurança. O Carnaval é um evento internacional e tem todas as condições de ser maravilhoso, sem a necessidade de gastar os recursos públicos com os desfiles.”

Comentários