Na próxima terça-feira, dia 28 de setembro, a TV Globo começa o processo de gravação dos programas “Desafio do Samba”, com as escolhas das obras do Grupo Especial do Rio de Janeiro, que serão exibidos na TV aberta, a partir do dia 16 de outubro, em cinco sábados seguidos, após o programa “Altas Horas”. A apresentação será do jornalista Luiz Roberto e os comentários de Milton Cunha e Teresa Cristina.

Cada programa vai durar 63 minutos. O mercado publicitário mostrou interesse no produto e a TV Globo conseguiu vender cotas comerciais específicas para essa atração em sua grade. Assim, as escolas de samba também receberão um percentual financeiro.

A produtora holandesa Endemol, especialista em reality show, que trouxe o Big Brother Brasil para o país e faz a coprodução com a TV Globo do programa “The Masked Singer Brasil”, trabalha neste projeto. Para isso, está sendo feita uma cenografia especial na Cidade do Samba. Todos os barracões foram visitados. As agremiações cederam adereços e esculturas de alegorias e fantasias.

Cada parceria finalista, são três por escola, vai gravar seu samba por 20 minutos. No ar será exibido entre dois minutos e meio e 3 minutos de cada apresentação. O intérprete oficial da agremiação comanda e contará com dois auxiliares do seu carro de som. Os casais de mestre-sala e porta-bandeira vão dançar fantasiados na hora das gravações dos resultados. A rainha de bateria, uma passista e baianas também vão ser apresentar. Os carnavalescos vão ter um vídeo para explicarem seus enredos e um compositor de cada parceria poderá falar sobre seu samba-enredo.

Polêmica do resultado

Para evitar o vazamento do resultado vão ser feitas três gravações diferentes. Além disso, a Liga estuda como segurar o samba campeão também nas gravações dos áudios oficiais, na Companhia dos Técnicos, em Copacabana. Existe a possibilidade de um QR Code ser colocado na tela durante os programas na TV Globo e que seriam direcionados diretamente para plataformas de áudio com os sambas escolhidos. Assim, a Liga anteciparia em quase dois meses a divulgação das obras, que até o Carnaval de 2020 saiam apenas no início de dezembro. Porém, o formato final será decidido em uma reunião entre os diretores de carnaval na próxima quinta-feira para que seja feita em uma padronização intermediada pela Liesa. Será estudado também a colocação de um telão nas quadras para exibição ao vivo dos programas da TV Globo.

Abaixo, você pode ouvir os sambas. Só clicar no nome das escolas

VIRADOURO
GRANDE RIO
MOCIDADE
BEIJA-FLOR
SALGUEIRO
MANGUEIRA
PORTELA
VILA ISABEL
UNIDOS DA TIJUCA
SÃO CLEMENTE
PARAÍSO DO TUIUTI
IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE

Comentários