Compositores: Edson Marinho, Jorge Xavier, Júlio Alves, Jailton Russo, Ivan Ribeiro E Dudu Miller
Intérprete: Serginho do Porto

O PODER QUE EMANA DO ALTO DA PEDREIRA
TEM ALMA JUSTICEIRA TEM GARRA DE LEÃO
SENHOR NÃO DEIXA UM FILHO SEU SOZINHO
TIRANDO PEDRAS NO MEU CAMINHO

VAI SÃO CARLOS
À FORÇA DOS ANCESTRAIS
PEDRA FUNDAMENTAL DO SAMBA
BATALHAS E RITUAIS
PAREDES QUE CONTAM HISTÓRIAS
NA SEDE PELA VITÓRIA
SAGRADA, TALHADA, ENCRAVADA NO CHÃO
CONDUZ MEU PAVILHÃO

Ê RODA PRA LÁ, Ê RODA PRA CÁ
BRILHA NA ESTRADA SEGUINDO O CAMINHO DO MAR
“DE AMANTES”, DE AMORES, SEDUÇÃO E FANTASIA
A RIQUEZA DOS SENHORES DOS ESCRAVOS ALFORRIA

NO VERSO DURO A INSPIRAÇÃO
DA SERRA DO MEU PAI E MEU AVÔ
O TREM QUE LEVA A PRODUÇÃO
DAS MINAS A TINTA DO GRANDE ESCRITOS
VEM PENERAR, PENERAR
O GARIMPO TRAZ O OURO A COBIÇA DOS MORTAIS
PENERA, PENERA
VOU PRA LÁ PARAUAPEBAS NO PARÁ DOS CARAJÁS
DA LUA, DE JORGE, EU VEJO O PLANETA AZUL CHORAR
ATIRE A PEDRA QUEM NÃO TEM ESPELHO
QUERO MEU RUBI VERMELHO
PRA MINHA ESTÁCIO DE SÁ

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui