Compositores: Márcio André, Fabiano Sorriso, China da Morada, Marquinho, Biel, Lucas Donato, Daniel Katar, Bello e Marcelo Valencia

É lindo ver a mulher negra lutar!
Quem te vê sorrir, não há de te ver chorar!
Rainha Quelé, vem ser coroada!
Na minha, na sua, na nossa Morada!

Negra na alma e na cor
Flor de raíz africana
Batuque de jongo, Folia de Reis
Orgulho de ser Valenciana
Saiu da roça, iaiá! Foi pra cidade…
Voou com a Aguia altaneira
Cercada de bambas, caiu no samba
De verde e rosa lá em Mangueira
Senhora da Glória, de tantas batalhas
A Rosa dos palcos, a voz de navalha

Na hora da sede você pensa em mim (ê laiá!)
Não vadeia Clementina! Eu vou vadiar!
Foi o tombo do navio… marinheiro só!
No balanço do mar!

Yô, yôo! Yô, yôoo!
O seu cantar é uma prece
No altar do samba resplandece
“Aonde Deus fez a morada”
Emana a luz do nosso Senhor
E o Saravá de todos Orixás
Filha de Zambi!
Identidade, aura ancestral
Da negritude, retrato mestiço
De fato a voz dos escravos
Ginga, capoeira, pardeira… Axé!
A Mocidade se ajoelha aos seus pés!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui