O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, publicou em suas redes sociais, na manhã desta terça-feira, que desconhece a proposta de um evento-teste no Sambódromo, em novembro de 2021. A informação do projeto foi divulgada pela coluna Radar, da Revista Veja, e confirmada pelo site CARNAVALESCO.

Segundo nossa apuração, o encontro seria uma espécie de lavagem da Avenida, em novembro, com cada agremiação do Grupo Especial do Rio de Janeiro levando um tripé e 80 fantasias.

O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Perlingeiro, explicou para CNN o projeto.

“O Leandro Viera, carnavalesco da Mangueira, montou um projeto através da Secretaria de Cultura e o prefeito está interessado. Vamos preparar uma escola de samba montada pelos próprios funcionários dos barracões. Eles vão ter uma renda voltada para eles. Foi uma maneira que a gente encontrou de remunerar. Cada escola vai montar baianas, comissão de frente. Serão mais de mil componentes”, disse Jorge Perlingeiro.

Comentários