A cada dia que passa as notícias sobre os desfiles em 2021 ganham ainda mais força e dão esperança para os sambistas apaixonados e para os trabalhadores que desde março sofrem com o abandono do poder público, sem nenhum auxílio emergencial. Dessa vez, o prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, revelou em entrevista para Rádio Tupi, que vai conversar com as escolas de samba para tratar do assunto verba para o ano que vem.

“Vamos ter previsibilidade nos recursos. É isso que as escolas querem. Isso vai voltar. Ainda não tenho como definir valor. Obviamente, não será o valor que dei no meu último ano (R$ 2 milhões para cada escola), porque foi para cobrir a saída em cima da hora do Estado e da Petrobras. Em breve, vou me reunir com as escolas para falar desse assunto da verba e fazer um carnaval lindo”, garantiu Eduardo Paes.

Marquês de Sapucaí. Foto: Riotur

O recém-eleito agradeceu o apoio maciço dos sambistas nas urnas nas eleições de 2020 e prometeu dias melhores para o mundo das escolas de samba.

“Vamos renascer das cinzas. Agradeço muito ao povo do samba que apoiou nossa candidatura. É muito importante essa mensagem clara que nos livramos do preconceito”, finalizou Paes.

É sempre importante frisar que para o Carnaval 2021 acontecer no mês de julho é fundamental que tenha a vacina contra a Covid-19 no Brasil. Nesta terça-feira, idosos e profissionais da rede de saúde do Reino Unido receberam a vacina da Pfizer/Biontech. O governo brasileiro acenou com a possibilidade de comprar 70 milhões de doses, além do acordo que possui com a universidade de Oxford/AstraZeneca. O governo de São Paulo já trabalha com janeiro para vacina a população com a vacina chinesa Coronavac.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.