Com um dos carnavais que mais cresce no cenário nacional, São Paulo não tem o que lamentar na relação com o poder público. Além do prestígio da presença do prefeito da maior cidade do país na festa de lançamento do CD, o presidente da Liga SP, Paulo Sergio Ferreira, o Serginho, festeja o fato de Bruno Covas liberar a subvenção para os desfiles do ano que vem.

“O contrato de São Paulo com a prefeitura já está assinado. Já recebemos duas parcelas da subvenção e agora em dezembro vamos receber a terceira verba”, garantiu Serginho, em entrevista concedida ao site CARNAVALESCO.

Indagado sobre a crise que atinge o carnaval do Rio de Janeiro, onde além da prefeitura não apoiar como se espera, os dirigentes acusam o golpe e não buscam soluções para sair da crise, Serginho não polemiza e diz que não é contando com fracasso de ninguém que a folia paulistana vem crescendo.

“Eu acho que não contamos com o fracasso de ninguém. O êxito do carnaval de São Paulo não está associado a isso. É um processo de longo prazo que agora vem rendendo frutos. Vamos seguir trabalhando para que esse objetivo de se tornar o maior carnaval do Brasil seja alcançado”, prometeu.

A parceria com a prefeitura de São Paulo não se restringe à liberação de verbas para os desfiles anualmente. Serginho garante que até o meio do ano que vem as 14 escolas do Grupo Especial estarão alojadas na Fábrica do Samba.

“Eu acredito que até o meio de 2019 já tenhamos as 14 escolas aqui dentro. O prefeito Bruno Covas assinou um convênio com o governo federal e vai concluir as obras para que possamos enfim abrigar todas as agremiações aqui na Fábrica do Samba”, finaliza.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui