O empresário e apresentador Jorge Perlingeiro, de 76 anos, foi eleito presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), nesta quinta-feira, para o triênio 2021-2024. Sua missão é transformar o carnaval na área comercial e resgatar os apaixonados que estão afastados do maior espetáculo da terra. Em um papo exclusivo com o site CARNAVALESCO, o novo comandante do Grupo Especial do Rio de Janeiro revelou suas preferências. Conheça abaixo o perfil completo de Jorge Perlingeiro.

Novo comandante do Grupo Especial do Rio de Janeiro revelou suas preferências. Foto: Maria Zilda Matos

Time de futebol de coração: America-RJ

Escola de samba de coração: Vila Isabel

Desfile inesquecível: “Ratos e Urubus, Larguem Minha Fantasia – Beija-Flor 1989”

Samba-Enredo inesquecível: “Os Sertões – Em Cima da Hora 1976”

Enredo inesquecível: “Domingo – União da Ilha 1977”

Nota dez inesquecível: 2013, Festa no Arraiá. Vila Isabel com o enredo “A Vila Canta o Brasil, Celeiro do Mundo”.

Nota que não queria ter lido: 7.6 da Porto da Pedra no quesito ‘Alegorias e Adereços” (jurada Ana Bernacchi) em 2005.

Maior sambista vivo: Monarco

Intérprete: Jamelão. É a personalidade do Carnaval.

Mestre de Bateria: André (Mocidade)

Mestre-Sala: Jerônimo (Portela)

Porta-Bandeira: Selminha Sorriso (Beija-Flor)

Patrono ou presidente: Castor de Andrade

Lugar predileto na Sapucaí: Portão do início do desfile

Rainha de Bateria: Sabrina Sato e Viviane Araújo

Ser sambista é… “amar o carnaval e participar da festa com garra e vontade”.

O Rio de Janeiro é… “A melhor cidade do Brasil”.

O carioca é… “um guerreiro e apaixonado pela sua cidade”.

Livro: “Dom Quixote de la Mancha”

Filme: “Forrest Gump – O Contador de Histórias”

Na política sou de… “Centro Direita”

Uma música sem ser samba: “Rio Antigo”, de Chico Anysio e Nonato Buzar, na voz de Alcione.

Programa de TV: Samba de Primeira

Prato predileto: cozinha mineira

Contra ou a favor da vacina: A favor. Já tomei a primeira dose e vou tomar a segunda no dia 7 de abril.

Comentários