Com a saída do intérprete Luizinho Andanças, Pitty de Menezes, que atuava como apoio no carro de som, assume o cargo no tigre de São Gonçalo. Responsabilidade grande para o jovem intérprete, que é saxofonista, e tem formação musical evangélica.

“Eu quero agradecer a Deus acima de tudo, porque ele sempre foi o meu maior guia na minha caminhada, ele quem me deu esse dom maravilhoso de cantar, e eu sempre soube que um dia a promessa dele iria se cumprir. Eu acredito muito nos meus sonhos desde pequeno, até porque eu acredito em um Deus que realiza sonhos. Por isso, o meu grito de guerra é O Sonho Virou Realidade! E o meu motivo e incentivo de vencer na vida e na minha carreira se chama Maria Isabel que tem 6 anos, meu grande amor. Quero agradecer ao meu Presidente Fábio Montibelo pela oportunidade e por confiar em meu trabalho. Reconheço que ele está fazendo uma aposta no meu trabalho, farei o possível e o impossível com ajuda de Deus para corresponder essa confiança. Quero agradecer ao diretor social Miguelzinho e ao meu Diretor de Carnaval Junior Cabeça, que desde o início sempre me deram todo apoio e acreditaram no meu talento, quero agradecer também a toda diretoria o seu Luiz Borges e Aluízio Mendonça, eles sempre estão me dando um toque, até porque o objetivo é fazer com que a harmonia e a comunidade trabalhem juntos e na avenida, sermos uma só voz”, disse o intérprete oficial do tigre.

Pitty lembra com muito carinho do seu começo aos 13 anos, na Unidos do Viradouro, quando ganhou do locutor oficial da escola, Wanderlei Borges e o do intérprete Dominguinhos do Estácio, a oportunidade de fazer parte do carro de som da vermelha e branca de Niterói.

“Fiquei na Viradouro de 2007 a 2016. Logo em seguida, fui convidado para fazer parte do carro de som da Unidos da Tijuca, onde continuo até hoje, e fui ser intérprete oficial da Sereno de Campo Grande”, lembra o intérprete.

Humildade e referências não faltam a Pitty, que tem uma vasta experiência ao lado de grandes nomes do carnaval.

“Tenho o Dominguinhos como meu ídolo máximo, meu padrinho, tem também o Tinga, o Zé Paulo Sierra, Gilsinho, Wantuir e o Luizinho Andanças. São intérpretes que eu admiro muito e tento me inspirar neles para o meu aprimoramento”, destaca.

O presidente da Unidos do Porto da Pedra, Fábio Montibelo, aposta no talento e carisma do intérprete, que conquistou o apoio da comunidade.

“O Pitty é um jovem talento que se identificou com a escola. Em alguns ensaios, percebi que ele incendiava a comunidade com seu grito de guerra. Então, resolvi dar essa oportunidade por acreditar em seu potencial”, afirma Montibelo.

Um dos responsáveis pela contratação de Pitty, o diretor de carnaval Junior Cabeça, não esconde o orgulho e a satisfação em ver a ascensão do interprete.

“É um prazer muito grande estar fazendo parte desse momento do Pitty, pois eu conheço desde criança e venho acompanhando a carreira dele até hoje se tornar o intérprete oficial da Unidos do Porto da Pedra. Estar participando da realização de mais um sonho dele é algo que me deixa feliz, como diretor de carnaval da agremiação”, disse o diretor de carnaval.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.