Compositores: Barão, Luiz Barbudo, Aranha, Fábio De Castro Jurema, Beto Da Portela, Marquinho Imperador E Adilson Portelense

VENHO ATRAVÉS DOS TEMPOS
FALAR DE UMA HISTÓRIA MISTERIOSA
GUAJUPIÁ, GUAJUPIÁ
TERRA ABENÇOADA PELOS DEUSES
NUM MANTO VERDE DE FLORESTAS
BANHADA POR ÁGUAS CRISTALINAS
CHEIAS DE CONCHAS E PEIXES
UM PARAÍSO DE ENCANTOS SEM MALES
HABITADO POR POVOS APAIXONADOS
PELAS MÚSICAS, FESTAS E DANÇAS
COM REGRAS E COSTUMES, SOBRENATURAIS
ASSIM SE DEU A UNIÃO TUPINAMBÁS

NASCEU UM KARIÓKA
NO OKARA SE FEZ A TARA
O BERÇO-REDE TODO ENFEITADO
A PROFECIA QUE ERA USADA
NAQUELA TRIBO O GUERREIRO DEFENSOR

HOJE A PORTELA CELEBRA
SEU QUINTAL GRANDE É A SAPUCAÍ
AO SOM DE TAMBORES, APITOS E FLAUTAS
A BEBIDA É O CAUIM
SAUDAMOS ESSA GENTE VALENTE
COM CÉU DE ESTRELAS, LUA E SOL
NOS ENSINOU OS CONCEITOS DESSA TERRA
E COMO A NATUREZA PRESERVAR
KARIÓKA DA GEMA QUE SOU
ME BANHO NAS ÁGUAS DESSE MAR

BATE FORTE CORAÇÃO CLAREIA
NESTE AZUL QUE VAI BRILHAR
A MINHA ÁGUIA NUMA ALDEIA
NA PUREZA DE GUAJUPIÁ
ESSA MENSAGEM QUE VAI ECOAR

Comentários