Compositores: Yuri Soares, João Malandragem, Roger Resende, Carlos Fernando Cunha, Nelsinho, Paulinho ZC e Marcelo de Paula

SAGRADA, MAJESTOSA, RESISTENTE NA AVENIDA
PORTELA APRESENTA UM ESPLENDOR DA NATUREZA
PILAR DE ENERGIA, DÁ SENTIDO E FORÇA À VIDA
É FONTE DE ESPERANÇA E RIQUEZA
NO AUGE DA SUBLIME INSPIRAÇÃO
CUJA LUZ DA CRIAÇÃO, PLANTA A SEMENTE
ESPALHANDO PELO CONTINENTE
O AMOR E A DEVOÇÃO DESSA GENTE

IGI OSÈ BAOBÁ, IGI OSÈ BAOBÁ
SEU POVO NÃO SUCUMBIU REFRÃO
JAMAIS IRÁ SE ENTREGAR
AXÉ BABÁ, NAÇÃO IORUBÁ

ÁRVORE FINCADA NOS TERREIROS
TRAZ PROTEÇÃO E O VIGOR DOS GUERREIROS
UM ELO DO AIYÊ COM OS ANCESTRAIS
SEUS GALHOS VESTEM-SE DE OJÁS LILÁS

SALUBA NANÃ, MOTUMBAXÉ O RUFAR DA TABAJARA ANUNCIA NOSSA FÉ

SOPRA VENTO NA SAVANA
OMOLU NA DEMANDA
DE NUTRIR E CURAR
ALICERCE, RAIZ ENTRE DOIS MUNDOS
NOSSA MEMÓRIA NÃO SE APAGARÁ
O ARCO-ÍRIS A RESPLANDECER, OXUMARÉ
O PRECONCEITO NÃO NOS TOMBARÁ
GERMINOU MARACATU, FUNK, JONGO, CAXAMBU
DO QUILOMBO À FAVELA
NASCEU O SAMBA, FRUTO DA CULTURA POPULAR
HOJE EM MADUREIRA E OSWALDO CRUZ
A VELHA GUARDA RELUZ
OS GRIÔS A NOS GUIAR

MINHA ÁGUIA VOOU
ALÉM DO ALÉM-MAR
EU SOU PORTELA, SOU RAIZ, SOU BAOBÁ

Comentários