Compositores: Samir Trindade, Elson Ramires, Neizinho do Cavaco, Paulo Lopita 77, Beto Rocha e Vaninha.
Intérpretes: Tinga e Diego Nicolau

Vai saudade entre o Aye e Orum
Semear a paixão que faz resplandecer
As origens da Portela
Nossos deuses orixás
Meu respeito a raiz
Elo que evoca a matriz
Saluba Nana, galhos se vestem de Ojá Lilás
Obaluâe saúde e paz
Xangô exalta o poder
E renasceu uma nova primavera
Pra saciar nossas quimeras
Na tolerância de Oxumarê

É fruto que diz no pé
É filho de mãe rainha
Canto pra não esquecer
Prece de ladainha

Ooooooo oke oke babalaô oo
Meus irmãos vieram à sombra desse grande Obá
Folhas caindo pelo mar
Trouxeram a África pra cá
Sou mais o Brasil da capoeira
Do semba que deu o nó na madeira
Semente que nasceu em mim
Mito é Paulo Benjamin
Por todo portelense que nos deixou
Clamo as raízes, resistência ao ditador

Voa majestade, cura minhas dores
Contra opressores teu povo de fé
É velha guarda o meu baobá
E minha luta é te manter de pé

E nossa luta é te manter de pé

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.