Compositores: Ari Jorge, Carlinhos Maciel, Cristiane Mazarim, Nilson de Deus, Geisao e Bruninho Camarote
Participação especial: Oliveira e Ronei Vitorino
Intérpretes: Clovis Pê, Pixulé e Thayan Mina

BRILHA NO CEU A CONSTELAÇÃO
RIBALTA DO CENTENÁRIO
O PRESENTE DESCORTINA O PASSADO
NESTE PALCO ILUMINADO….
ELENCO IMORTAL É RELICÁRIO
CANTEI A LAPA, AMAZÔNIA E O AMOR
MACUNAÍMA MATOU COBRA E DEU UM NÓ
QUANDO UM RIO QUE PASSOU EM MINHA VIDA
DESAGUOU NA AVENIDA…
VI A FORÇA DE UM BRAÇO SÓ

QUEM DERA…
SER POMBA DA PAZ, CONTO DE AREIA
QUEM SAMBA NA BEIRA DO MAR É SEREIA
LUZ DA INSPIRAÇÃO É CANDEIA

PZINDIM, PZINDIM TUA ROSA É DIVINA
GOSTO QUE ME ENROSCO NO FEIJÃO DA VICENTINA

AH, QUANTAS LÁGRIMAS…
DERRAMEI COM O CORAÇÃO EM DESALINHO
MAS, TAMBÉM CHOREI…
DE EMOÇÕES COLHENDO ESTRELAS NO CAMINHO
A BRISA MAREOU NAS MARAVILHAS
AOS OLHOS DA NOITE FEZ-SE O ESPLENDOR
MULHER BRASILEIRA CHARMOSA, FACEIRA…
ÉS UMA BELEZA EM FLOR
SOU VAIDOSA. HOJE O MEU VOO É TAO BONITO
MAJESTADE SOLTA O GRITO
NO AZUL QUE VEM DO INFINITO
CANDONGA! ÁGUA DE BEBER PRA TABAJARA
RECORDAR ILU AYÊ ODARA
PROSEAR A SOMBRA DO QUINTAL

PORTELA ESPALHOU SEMENTES DA JAQUEIRA
NO CHÃO DE OSWALDO CRUZ E MADUREIRA
A PROCISSÃO DO SAMBA É REZA, É RITUAL
QUEM OUSA VENCE O CARNAVAL

Comentários