Compositores: Joseth Rodrigues, Gaúcha da Portela, Krysshow Portella, Cláudia Calixta, Argentina Caetano, Maria da Guia, Silvio Villas
Intérpretes: Clóvis Pê, Silvio Villas, Cláudia Calixta e Viviane dos Santos

A Portela vem clamar equidade
Afeto, respeito, liberdade
Preta é nossa raíz
Herança ancestral, enredo neste carnaval

Mãe, amor eterno amor
Estou onde estou
Viemos do ventre do mundo
Do berço da humanidade
Em cada escrita histórias vividas
Lembranças mantidas
Sem esquecer a dor
Seu filho voltou

Khiende guerreira de fé
Rainha de Daomé
Da travessia escuridão,  medo deixado na imensidão

No mar vou agradar, odoyá
Força pra continuar
Olhos de águia,  mulher
Luísa heroína de axé
Lugar de mulher é onde ela quiser
Onde ela quiser,
É lugar de mulher
Batuque no terreiro pra saudar
Mistérios no tabuleiro de quindim
Segredos no jogo de Ifá
Exemplos de irmandade
A união faz valer dignidade
Hoje a luta é por reparação
Orgulho que guardo no peito
*Ser preto não é defeito, não

Comentários