A Portela foi a primeira agremiação a usar o trecho final do Sambódromo, entre os setores 10 e 13, para testar a sua bateria para o desfile oficial. Todas as escolas do Especial e Série A realizarão ensaios com suas baterias e carro de  som até o carnaval. O site CARNAVALESCO acompanhou o ensaio e conversou com o mestre Nilo Sérgio e ele analisou o que achou do treinamento.

“Viemos para testar andamento e a bossa da cabeça. Aqui é um clima diferente, é onde vai acontecer o desfile. Os surdos são novos e a afinação cai bastante, temos que ir ajustando. As terceiras também em uma bossa será preciso mudar um pouquinho”, analisou.

Gilsinho, intérprete da Portela, também avaliou o treinamento da bateria e o entrosamento de seus cantores de apoio com a bateria Tabajara do Samba.

“Aqui é praticamente jogo, o ensaio tem outro clima. Temos a noção exata daquilo que vai acontecer no dia do desfile. Até o carnaval estaremos com tudo pronto. Ainda tem ajustes a fazer até o domingo de carnaval, mas o samba está rendendo muito bem, graças a Deus”, opinou Gilsinho.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui