Compositores: Bira, Claudinho Guimarães, Márcio Rangel, Alexandre Villela, Adelyr, Bruno Soares, Rafael Raçudo, Eric Costa, Cláudio Mattos, Gustavo Soares, Marco Moreno e Oscar Bessa

Intérpretes: Evandro Malandro e Grazzi Brasil

TUMBEIROS NA IMENSIDÃO DO OCEANO
PARTIRAM DE SOLO AFRICANO PARA APORTAR NA BAHIA
MÃE PRETA NA MÃO DE SINHÁ E SINHÔ
ESCRAVIZADA PELA COR, TRABALHAVA NOITE E DIA
SAGRADOS SABORES EM SEUS TABULEIROS
NA RUA A RESISTÊNCIA DOS TERREIROS
DO AGERÊ DE OYÁ, O AMALÁ PRA XANGÔ… KAÔ, KAÔ
VATAPÁ, ABARÁ E ACARAJÉ
TEMPERADOS NO AZEITE DE DENDÊ
SALVE O SENHOR DO BONFIM!
NA COLINA TEM XIRÊ

E CHEGANDO NO MEU RIO DE JANEIRO
NA CASA DE CIATA, O BATUQUE DE BAMBA
TINHA REZA, RITUAL MANDINGUEIRO
NO QUINTAL NASCIA O SAMBA

VOU SEGUIR A PROCISSÃO
PEDIR A BÊNÇÃO A NOSSA SENHORA
DE TODOS OS SANTOS, ANDORES, ALTARES
TRAZER SEU AXÉ NA FÉ DOS MILAGRES
TAIEIRA SOLTA A VOZ, O POVO A FESTEJAR
HOJE O SEU CORTEJO VAI PASSAR
É VOCÊ A FORÇA QUE RESISTE A CHIBATA
EM VOCÊ VIVE A ESPERANÇA DE UMA RAÇA
ÓH, MÃE BAIANA, DERRAME ABÔ POR ESSA TERRA
O SEU BRANCO É LUZ
CONDUZ A PORTO DA PEDRA

ÁGUA DE CHEIRO, AMOR, NO TOQUE DO TAMBOR
É PURIFICAÇÃO, MAGIA
ARRUDA E GUINÉ, AGÔ PRA QUEM TEM FÉ
O MEU TIGRE LAVA A ALMA NA AVENIDA

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.