Compositores: Luizinho Andanças, André Filosofia, Nando do Cavaco, Xandinho Nocera, André Ricardo, Nellipe, Alcides Júnior, Diley Machado, Edson Liz, Dema e Paulo Senna

Um dia…
O olhar da menina vagou no horizonte!
Sentia um doce perfume no ar!
O fruto aos “Pés do Santo” concebido
Em São Gonçalo do Retiro…
Destino traçado em seu caminhar
Escolhida Por Xangô, “kaô”
Epababá abençoou
Orayeye Oxum viu seu renascer com fé
Na flecha certeira de Odé!

“Meu tempo é agora”, tempo é Iroko
Mistério que aflora, “opostos” revelou
Punhos cerrados em prol da igualdade:
“Mainha” em teus braços à prosperidade!

Negra mulher:
Escreve a história que o tempo eternizou!
Negra de fé:
O mundo reconhece o seu valor!
A cada traço foi deixando seu legado de amor!
Firma a Curimba, Salve o Candomblé
Odé, Comorodé Odé
Oh! Mãe Stella de Oxóssi Axé!

Meu Porto da Pedra vai te coroar!
Nas garras do tigre guerreiro
Rainha do Ilê Axé Opô Afonjá:
Templo sagrado afro-brasileiro!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui