Restando pouco mais de um mês para o seu desfile oficial, o povo do samba da Unidos de Vila Isabel mostrou no ensaio de rua desta quinta-feira que a harmonia e evolução que ajudaram a Vila a ser uma das escolas mais competitivas do Grupo Especial entre 2011 e 2013 está de volta. O treino da agremiação foi um autêntico sacode da comunidade que cantou muito forte o samba-enredo impulsionados pelo sempre empolgado Tinga.

Samba-Enredo

A obra demonstra a cada ensaio sua funcionalidade para o desfile. O intérprete Tinga vem demonstrando toda sua categoria, agora de volta à escola que o revelou. Tanto que ao final do ensaio, já sem a bateria, o cantor seguiu cantando o samba por mais duas passadas. É uma obra bem característica no estilo de cantar do intérprete e a julgar pelos ensaios na 28 de Setembro vai funcionar perfeitamente no desfile oficial.

Harmonia

Uma grande noite do povo do samba. O componente da Vila recebeu carinhosamente essa definição por demonstrar um grande amor pela sua escola e chegar junto nos treinos da escola. Nesta quinta-feira não foi diferente. Foi possível notar um padrão de harmonia semelhante aquele que a Vila tinha no início da década e rendeu excelentes desfiles. Alas cantando com volume o samba e em perfeita harmonia com o carro de som. Mesmo aquelas distantes demonstraram estar com o samba na ponta da língua.

Evolução

“Eu não quero ver ninguém parado”, disse o intérprete Tinga várias vezes durante o ensaio. E foi atendido. Alas se movimentando, brincando e dançando o tempo inteiro. Além disso, o andamento do ensaio se deu de maneira confortável sem pausas longas ou correria. Se fosse no desfile oficial certamente a agremiação obteria a nota 10.

Bateria

Competente ensaio da Swingueira de Noel, que a cada ensaio vai atingindo um nível melhor, sob o comando do talentoso Macaco Branco. Destaque para o naipe de tamborins com um desenho ousado e bem executado no momento que a bateria passou por nossa reportagem. A afinação das marcações também merece destaque no ensaio desta quinta.

Comissão de Frente

O grupo comandado por Patrick Carvalho se apresentou com uma coreografia específica em um momento que uma placa de led escrita jurado aparecia. Isso leva a crer que a atuação da equipe de Patrick se dava com a coreografia oficial de desfile. Os integrantes interagiram o tempo todo com o público, arrancando aplausos.

“Achei o nosso ensaio muito bom, um sacode mesmo. As alas estão cantando muito bem, nossa evolução vem sendo melhor a cada treino na rua e na quadra. Estou bastante satisfeito. Restam ainda alguns ajustes para chegarmos bem no desfile, mas estamos muito próximos do ponto ideal”, disse Wilsinho Alves, diretor de carnaval.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui