A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, realizará o Esquenta de Carnaval nos dias 16 e 17 de julho. O evento foi confirmado durante reunião com representantes dos blocos que demonstraram interesse em participar. Na próxima etapa serão agendados encontros individuais com os inscritos para a confirmação ou ajuste dos trajetos.

“Vamos oferecer toda a estrutura para os blocos pequenos, médios e grandes desfilarem com segurança”, afirmou Aline Torres, secretária municipal de Cultura. “Vamos esquentar os corações da cidade, levando um carnaval único para todas as regiões, do centro à periferia”, enfatizou.

A iniciativa é resultado do diálogo com os blocos e representantes do Carnaval de Rua, que foi cancelado em virtude do avanço da pandemia da Covid-19. O esquenta é a proposta de um carnaval fora de época, que conta com o apoio da Prefeitura.

Inscrições

Para a realização foram feitas 296 inscrições de blocos no formulário aberto pela SMC, sendo 294 inscrições válidas. São 75 no Centro; 33 na Zona Norte; 51 na Sul; 33 na região Leste; 91 na Zona Oeste; e outros 11 que não especificaram o trajeto.

A Prefeitura também abriu, no último sábado (4), o Edital de Patrocínio para o Esquenta de Carnaval. Com lances a partir de R$ 10 milhões, o edital está aberto até o dia 17 de junho.

Comentários