Os presidentes das 12 escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro estiveram reunidos, na noite desta quarta-feira, em plenária na Cidade do Samba, e abordaram o uso do aplicativo para o controle sanitário de desfilantes e público para os desfiles na Marquês de Sapucaí em fevereiro. Ao site CARNAVALESCO, o presidente Jorge Perlingeiro garantiu a segurança sanitária para os desfiles. “A Liga se antecipou e procuramos o aplicativo para o controle sanitário. Não será igual ao que foi utilizado pela Fórmula 1 (Em Interlagos, São Paulo). O prefeito entendeu a nossa proposta e foi um defensor. A gente garantiu que vamos usar todas formas possíveis e imaginárias para não trazer problema para saúde de ninguém”.

Foto: Henrique Matos/Divulgação Liesa

O presidente explicou como será o controle sanitário. “Quem comprar frisa, camarote ou arquibancada vai receber o protocolo sanitário com o ingresso (uma espécie de manual). Precisará entrar no aplicativo (será informado nos próximos dias) e lá vai cadastrar suas doses de vacina. No aplicativo vão estar todas informações. Será recomendado também que leve impresso ou digital o comprovante de vacinação. Não haverá fila nas catracas. Quando a pessoa apresentar o ingresso no Sambódromo será liberada a entrada, porque o sistema identificará o cadastro com a vacinação completa. Importante frisar que ao se cadastrar a pessoa poderá ser responsabilizada cível e criminalmente, caso tenha infringido o protocolo. Também teremos tendas no entorno do Sambódromo. Ali, o público poderá fazer a testagem (paga pela própria pessoa), caso compre seu ingresso naquele momento ou não apresente o comprovante de vacinação. O resultado sairá em até 15 minutos. Se não estiver com o vírus poderá entrar. Quem estiver impedido por normas sanitárias não vai entrar no Sambódromo. O prefeito nos tranquilizou com relação ao desfile. Existe uma portaria do Supremo Tribunal Federal que diz que todos que comprovarem que estão totalmente vacinados podem entrar nos eventos”, disse o dirigente.

Perlingeiro ressaltou que só poderá desfilar será quem estiver totalmente vacinado. “A partir de amanhã, em todas quadras e ensaios, as escolas vão informar que todos que quiserem desfilar precisam estar vacinados. Sem estarem vacinados não vão desfilar. A fantasia só será entregue mediante o controle vacional”, garantiu.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.