A presidente da Riotur, Daniela Maia, deu entrevista para a edição deste domingo do jornal O Globo e falou sobre o Carnaval 2022 e novidades da secretaria para a folia do ano que vem. Segundo ela, o poder público municipal não trabalha com Plano B, ou seja, a proposta é realizar o carnaval como sempre aconteceu no Rio de Janeiro. Para isso, ela acredita em vacinação em massa até o mês de outubro, conforme já adiantou o prefeito Eduardo Paes.

“Se vai ter réveillon, terá carnaval. E será o melhor de todos. Vamos realizar um sonho de anos: trocar a iluminação da Sapucaí. Será de LED, e a conta de luz vai reduzir, digamos, 60%. Os equipamentos estão chegando, e daqui a 15 dias fazemos um teste”, disse.

Na entrevista para O Globo, Daniela Maia confirmou novidades na iluminação do Sambódromo e prometeu valorizar os desfiles do Acesso na Intendente Magalhães.

“(Para liberar o Sambódromo) Já estamos com o Corpo de Bombeiros, tudo certo para fazer um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). Cidade do Samba e Terreirão também estavam interditados, mas estamos avançando rapidamente para resolver. Queremos valorizar ainda o carnaval da Intendente Magalhães, fazer como uma off Broadway”.

Sobre os blocos de rua, a presidente da Riotur disse que não haverá desfiles no Aterro.

“É certo que não vai ter bloco no Aterro do Flamengo, que é tombado. Bloco raiz sai no seu bairro; megabloco levamos para o Centro (Avenida Presidente Antônio Carlos)”.

Segundo Dani Maia, o carnaval do Rio de Janeiro em 2022 será realizado com todas garantias de segurança sanitária.

“A situação do turismo mundial é dramática. Mas trabalhamos para o segundo semestre. Claro que tudo que fazemos é balizado pela Saúde. Nada será feito de forma irresponsável. A vacinação está correndo. Acho que até outubro estará muito avançada”.

Comentários