Em discurso durante a cerimônia de recebimento da primeira remessa de doses pediátricas da Pfizer, em Brasília, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ressaltou importância da vacinação e que os internados pela variante Ômicron são na maioria de não vacinados.

Foto: Divulgação

“Muitos têm relatado que ela causa formas menos impactantes (da doença), sobretudo nos vacinados. Assistimos nos últimos seis meses a uma queda significativa de óbitos, fruto da campanha de vacinação. Aqueles que se internam nos hospitais e nas unidades de terapia intensiva, a grande maioria são indivíduos não vacinados”, garantiu.

O ministro explicou que o Brasil, como possui alto número de vacinados pode passar pela variante Ômicron. “Países que estão mais fortemente vacinados, como Brasil, têm mais possibilidade de passar pela variante Ômicron e outras variantes que por acaso surjam. Até o que sabemos no momento, há segurança atestada não só pela Anvisa, mas por outras agências regulatórias para aplicação dessas vacinas”, disse.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.