Raphael e Denadir desconversam sobre renovação e dizem que dançaram por 2018 e 2019

2336

Após o terceiro lugar obtido no desfile de 2019, o casal de mestre-sala e porta-bandeira da Unidos de Vila Isabel, Raphael Rodrigues e Denadir Garcia tem a comemorar mais que a classificação e os 40 pontos obtidos no julgamento. Depois de um desfile complicado ano passado, onde a indumentária fez a dupla perder muitos pontos, a redenção veio com a pontuação máxima.

Mesmo assim a renovação ainda não está confirmada com a escola para 2020. Denadir falou à reportagem do CARNAVALESCO sobre os aprendizados de 2018 e que ainda haverá uma conversa com a agremiação para tratar do tema.

“Muita coisa foi aprendida com 2018. Percebi que minha força na dança vai muito além do que eu pensava. Dancei pelos dois anos. Eu espero que a gente continue. Terminamos em 3º lugar. Essa semana vamos conversar e acredito que cheguemos em um acordo. Iniciamos hoje mesmo o trabalho de 2020, assistindo vídeos”.

Raphael Rodrigues concorda com a parceira de dança e complementa que o que foi feito em 2018 com relação à indumentária deles foi uma covardia, referindo-se às placas de led, responsáveis pelas notas baixas do ano passado.

“A gente lutou muito esse ano, começamos o trabalho em julho. Graças a Deus chegamos ao objetivo. O casal é Raphael e Denadir e é provável que seja Vila Isabel. Uma roupa faz toda diferença. Tenho dito que dançamos por dois anos. Eu quero apagar o desfile do ano passado de minha vida. Foi uma covardia o que fizeram com a gente”.

A Unidos de Vila Isabel foi a segunda a desfilar na segunda de carnaval do Grupo Especial em 2019 com o enredo “Em nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila canta a cidade de Pedro”. A escola do bairro de Noel terminou na 3ª colocação.

Comentários