A Renascer encerrou seu desfile com um alerta: é preciso cuidar da saúde. Para passar a mensagem, a escola trouxe uma ala de passistas “plus size” que foi uma das atrações no desfile. A ideia era mostrar que o samba faz bem ao corpo, à alma e ao coração.

Vitória Cristina, de 23 anos, desfila pela primeira vez na Renascer. Ela conta que a ala ensaia desde novembro para fazer bonito na avenida: “Passamos por um treinamento especial para ganhar resistência, com muitos exercícios e caminhadas”.

A fantasia leve, que lembra um uniforme de enfermeira, permite a desenvoltura da passista. Francileia de Jesus, 39 anos, prometia evoluir com muito samba no pé.

“Alegria e alto astral temos de sobra”, conta. O que também não falta no desfile da Renascer é samba de qualidade: “Com um samba desses e uma bateria impecável, não tem como não se acabar na avenida essa noite!”, brincou a componente.

Comentários