No lançamento do carnaval de rua do Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira, o presidente da Riotur, Marcelo Alves, garantiu que as obras no Sambódromo não vão atrapalhar a realização dos ensaios técnicos na Sapucaí, caso a verba seja obtida para os treinos das escolas de samba.

Alves citou que a Prefeitura do Rio está investindo R$ 16 milhões no Sambódromo com a participação dos órgãos públicos, como a Comlurb, Rioluz e etc.

Pelo status das obras divulgado pela Riotur a recuperação estrutural do Sambódromo atinge 60%, iluminação e elétrica 40% e incêndio e pânico tem 70% pronto. A previsão de término é 30 de janeiro.

Na área de incêndio e pânico são 967 luzes de emergência, 1345 placas de sinalização e 423 extintores de incêndios e pintura das áreas de circulação em todas as arquibancadas.

Na recuperação estrutural será feito remoção da camada de cabeamento das faces superiores dos degraus e arquibancadas, e remoção da camada de cabeamento externo, além da limpeza dos pisos e degraus das arquibancadas, tratamento da armadura de ferro das faces superiores das arquibancadas, inibidor de corrosão entre lajes e pilotis, e recuperação da junta de dilatação e vedação.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui