O projeto ‘Ritmo Solidário’, que visa auxiliar ritmistas do carnaval devido à crise gerada pela pandemia do novo coronavírus, segue ajudando sambistas a enfrentarem as dificuldades. Neste domingo houve a terceira etapa de doações de cestas básicas. As baterias contempladas foram São Clemente, Império da Tijuca e Unidos do Viradouro.

O ‘Ritmo Solidário’ ainda necessita de doações para seguir contribuindo com aqueles sambistas que foram afetados em cheio com a pandemia. Sem poder realizar show pelo Brasil e o exterior devido à pandemia, os músicos e sambistas tiveram a vida econômica drasticamente afetada e o projeto visa preencher essa lacuna.

O programa social já arrecadou R$ 9.615 com a ajuda de 67 apoiadores. A meta do projeto é alcançar cerca de R$ 80 mil. Quem tiver disponibilidade para ajudar pode fazer isso através do site Vakinha Virtual.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui