Conhecido pelo trabalho que tem feito com os ritmistas das baterias de escola de samba do Rio de Janeiro, o projeto “Ritmo Solidário” realizou na noite da última quarta-feira a sua primeira ação social de rua.

Ao todo, foram distribuídas 100 marmitas, além de roupas e água, tudo fruto das doações recebidas pelo projeto. Idealizador e responsável pelo projeto, mestre China garante que as ações não irão parar por aí.

“Nossa intenção é fazer uma ação desta quinzenalmente. E, se as doações forem aumentando, até semanalmente podemos fazer. É muito importante a ação em todas as épocas, mas com a chegada do inverno se torna ainda mais”,  disse o comandante da tropa de voluntários que contava com cerca de 15 colaboradores na distribuição.

No próximo domingo no Sambódromo o projeto irá distribuir mais cestas básicas para mais cinco escolas do Grupo Especial e da Série Ouro. Receberão cestas também os passistas de escolas do Grupo Especial.

O projeto Ritmo Solidário recebe doações todos os dias das 9h às 17h, no setor 10 da Marquês de Sapucaí, na Rua Salvador de Sá.

Comentários