Está autorizada a retomada dos processos para a realização do Desfile das Escolas de Samba de São Paulo. A decisão publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial. O retorno do Carnaval vai contar com comissões especiais para a organização. O evento em fevereiro, no entanto, depende das “condições epidemiológicas relativas à pandemia do Covid-19 favoráveis e viabilizadoras a tanto, conforme entendimento das autoridades sanitárias competentes”, ressalta o trecho da deliberação no Diário Oficial.

Foto: José Cordeiro/SPTuris

Na última quinta-feira, representantes da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo se reuniram com a diretoria da SPTuris para retomar as negociações do próximo Carnaval.

Sidnei Carriuolo, presidente da Liga-SP e da Águia de Ouro, Paulo Serdan, diretor comercial da Liga-SP e presidente da Mancha Verde, e Solange Cruz, diretora de Carnaval da Liga-SP e presidente da Mocidade Alegre, foram recebidos pela empresa oficial de turismo e eventos da capital paulista para abordar os detalhes da organização do desfile das escolas de samba no sambódromo do Anhembi. Estavam presentes o diretor-presidente, Ivan Budinski; Gustavo Pires, chefe de gabinete; Rodrigo Kluska, diretor de Gestão e de Relações com Investidores; Sandro Cuoghi, da Diretoria de Negócios; e o assessor Guilherme Birello.

A decisão foi previamente estudada por comissões criadas pela Prefeitura de São Paulo em julho deste ano. De acordo com o decreto publicado no Diário Oficial, os eventos dependem da autorização de órgãos municipais de saúde e da imunização de, pelo menos, 70% dos paulistanos.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.