Compositores: Leonardo Bessa, Benjamin Figueiredo, Marcelo Valencia, Osvaldo Cruz, Bruno Papão, Vagner Silva, Pereira e André Ronaldo

MEU RESISTIR
É INTRANSITIVO E DIRETO
NÃO SE CALAR..
A INJUSTIÇA SUFOCA IRMÃOS
INSISTIR..
HÁ PRETOS AINDA SEM TETO
REAGIR A TODA E QUALQUER FORMA DE OPRESSÃO
LEGADO MAIOR QUE HERDEI DE MEUS PAIS
CABEÇA ERGUIDA, ORGULHO DA COR
RASGAR A MORDAÇA, NÃO SER CAPATAZ
HONRAR MINHA RAÇA E A TEZ DOS ORIXÁS

OOOOO SALGUEIRO É TERREIRO, É REI NEGRO, É GRIÔ. (BIS)

CIATA DE OXUN, IYRAKEKERÊ
ARRASTA-SAIA, BAIANA, NO XIRÊ
ZOMBA DOS “HOMI”, JONGA DIVINA MULHER BIS
RESILIÊNCIA NEGRA DO SAMBA NO PÉ

MANDINGAS, AJEUNS E ORAÇÕES QUE SE MISTURAM
CANTIGAS DE UMBANDA, EM ATABAQUES DO OMOLOKÔ
MÃE PRETA VEM ME BENZER.
MÃE DA MEMÓRIA DOURADA EM DENDÊ
O OGAN ABRE A RODA, VEM O CAPOEIRA
FAZENDO BRILHAR OS OLHOS DO ERÊ
DOS PÉS AOS CABELOS EM TODAS AS PARTES
NOS PALCOS E TEXTOS, NEGRA É A ARTE
DESÇAM PARA A FESTA OS QUILOMBOS
DESTE E DE OUTROS PLANOS
GUARDIÕES DA NEGRITUDE
RESPEITO É QUESTÃO DE ATITUDE

SOU A VOZ DO POVO PRETO, EVOCAÇÃO
SOB A LUZ DO FIRMAMENTO, GUETO EM COMUNHÃO BIS
IGUALDADE É MINHA LUTA, É MINHA ESSÊNCIA
SALGUEIRO… RESISTÊNCIA

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui