Compositores: Sereno (Fundo de Quintal), Josemar Manfredini, Tico do Gato, Alexandre Cabeça, Serginho do Porto, Walter Honorato, Alê Dutra e Manelão do Vilar

NA PELE A COR DA NOITE
A ESPERANÇA NO BRILHO DO OLHAR
MEU POVO FOI CASTIGADO NO AÇOITE
AINDA HOJE SINTO A LÁGRIMA ROLAR
MAS VOU SONHAR, LUTAR POR IGUALDADE
ACREDITAR QUE O SOL DE UM NOVO DIA VAI RAIAR
ESTOU VIVENDO DESSE JEITO SUFOCADO
PELO RACISMO, PELA DISCRIMINAÇÃO
“VIDAS NEGRAS IMPORTAM”
CHEGA DESSA FALSA ABOLIÇÃO

FAZ DE NOVO TAMBOR, MINHA ALMA CANTAR
A BAIANA GIRAR, PRA ME ABENÇOAR
CADA QUILOMBO, MEU LEGADO, MEU TERREIRO
PEQUENA ÁFRICA NO RIO DE JANEIRO

CELEBRAR A VIDA…
ALIMENTAR O CORPO SEMEAR A PAZ
A ARTE NEGRA É RAIZ PLANTADA NESSE CHÃO
SABEDORIA DOS ANCESTRAIS
SAMBA, JONGO, CAXAMBU, CAPOEIRA
A NEGRITUDE ESTA EM CADA UM DE NÓS
NA INSPIRAÇÃO DO “MESTRE SABIÁ”
ECOA A NOSSA VOZ

“EU SÓ QUERO É SER FELIZ”, LIVRE DE VERDADE
E DAR UM FIM NESSA DESIGUALDADE
ENQUANTO A LUA BRILHAR, O VENTO SOPRAR
O RIO CORRER PRO MAR E A CHUVA CAIR
PUNHO CERRADO SOU RESISTÊNCIA
JAMAIS VOU DESISTIR

ÒFI ÀLÁ WE O, ILE LEWA
MEU GRIÔT MEU AXÉ …SALGUEIRO
ÒFI ÀLÁ WE O, ILE LEWA
ÊTA PRETO DE FÉ … SALGUEIRO

ÒFI ÀLÁ WE O , ILE LEWA
Incidental da “cantiga de Oxalá” (domínio público) = UM PEDIDO DE PROTEÇÃO.
OXALÁ NOS CUBRA E CUBRA NOSSA CASA COM SEU MANTO SAGRADO

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui