A porta-bandeira do Salgueiro, Marcella Alves, apresentou a alteração feita na bandeira da vermelho e branco, durante a live da escola, realizada na tarde deste domingo.

Na mudança, proposta pela diretoria cultural salgueirense, a escola resgatou as letras que faziam parte da bandeira na década de 1950.

“Fizemos uma alteração na logo principal que está no meio da bandeira. Ela foi criada no fim da década de 1950 pelo saudoso Jorge Cardoso e antigo presidente Nelson de Andrade. Ela andou perdida algo tempo, fora da originalidade, fugindo do que era realmente o que nosso maravilhoso e precioso pavilhão. Para o Carnaval 2020, a diretoria cultural resgatou as letras que faziam parte da logo original e está em pesquisa para resgatar em definitivo a bandeira original do Salgueiro”, explicou Marcella Alves.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui