Por Gustavo Lima

Estamos no final do ano e junto dele vem a chegada do natal, época de alegria, solidariedade, harmonia e união. Essa época do ano também remete a muitos presentes. E se trouxéssemos essa realidade para o mundo do samba? O que você daria para o carnaval paulistano? Alguma melhoria? Ou talvez uma nova realidade? O site CARNAVALESCO conversou com algumas pessoas ligadas a algumas escolas, que falaram sobre seus desejos para a folia paulistana.

“Primeiro eu já fico muito feliz em participar dessa nova fase do carnaval de São Paulo, pelo crescimento, o carnaval de São Paulo hoje está em destaque e em uma grande crescente, e é claro que nós queremos o mais pelo espetáculo. Mas o mais importante é a união, todas as agremiações bastante unidas, que junto nós possamos nos emanar pra fazer jus ao maior espetáculo da terra com união, todos unidos em prol do maior espetáculo da terra”, declara o carnavalesco do Pérola Negra, Anselmo Brito.

O presidente da Gaviões da Fiel, Digão, foi mais objetivo e falou que já deu seu presente ao carnaval de São Paulo, o carnavalesco Paulo Barros, e prevê uma revolução.

“Acho que o presente que nós demos para o carnaval paulistano foi o carnavalesco Paulo Barros, que vai trazer uma revolução para o nosso carnaval”.

“Na verdade o carnaval de São Paulo me dá vários presentes, o que eu daria e tento dar de presente, seria minha entrega, dedicação, meu amor por cantar samba-enredo, é minha forma de agradecer ao carnaval de São Paulo por abrir as portas e deixar nós fazermos um trabalho com o maior carinho e amor, a Liga que dá o um suporte para fazermos um trabalho de qualidade. Meu presente é essa dedicação, amor, carinho que eu tenho pelo samba e pelo carnaval”, disse o intérprete da Mocidade Alegre, Igor Sorriso.

“O carnaval vem numa crescente e eu estou muito feliz, era muito equiparado com o Rio, mas agora não, estamos conseguindo uma abertura maior e está tudo melhor”, declara a presidente do Rosas de Ouro, Angelina Basílio.

“Acho que o carnaval está com uma grande estrutura, nós conversamos com amigos do Rio e eles elogiam muitos, eu acho que o carnaval de São Paulo tem alguns aspectos que até passa o Rio. Eu não sei o que poderíamos melhorar, talvez um lugarzinho onde nós pudéssemos se trocar antes do desfile, mas nossa parte de som, acho que está perfeito e não tenho do que reclamar”, declara o intérprete do Colorado do Brás, Chitão Martins.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui