No mesmo caminho do Anhembi, a prefeitura do Rio e o governo estadual querem privatizar o Sambódromo da Marquês de Sapucaí. A decisão foi acertada nesta quarta-feira, em um almoço entre o prefeito Crivella e o governador Wilson Witzel, que também falaram sobre o apoio financeiro ao desfile das escolas de samba.

“Já tem uma empresa interessada administrar o Sambódromo. Chegamos (prefeitura e estado) que o espaço precisa ir para iniciativa privada”, afirmou Witzel.

A Riotur deve ser o órgão público que vai gerenciar o processo de concessão do Sambódromo para a iniciativa privada.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui