Em entrevista ao telejornal 360º, da CNN, o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, deixou claro que o carnaval da cidade terá restrição sanitária, que ainda vai ser definida pela Prefeitura do Rio com autoridades científicas.

“O carnaval é uma festa importante para cidade do Rio de Janeiro. Só que mais importante é termos a segurança sanitária na cidade. A expectativa da Prefeitura do Rio é analisar o que vai acontecer com a Covid-19 nesses primeiros dias de janeiro. Se a variante Ômicron vai produzir um aumento de casos expressivos e se causa mais internações e óbitos. A princípio era parece que causa menos casos graves do que as demais. Vamos analisar para podermos dar todas regras que vão acontecer no carnaval. Terá que ter algum tipo de regra sanitária e não poderá ser igual aos demais. Vamos reunir o Comitê Científico para ver como isso vai funcionar”, disse o secretário.

Segundo a CNN, o governador Cláudio Castro decidiu proibir o carnaval de rua no Estado e liberar os desfiles na Marquês de Sapucaí com os protocolos sanitários.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.