O subsecretário de grandes eventos na Casa Civil do Estado, Ruan Lira, conversou com a equipe do site CARNAVALESCO sobre a liberação da verba para as escolas de samba do Grupo Especial, Série A e Mirim para o Carnaval 2020 e aproveitou para criticar a decisão da Prefeitura do Rio de Janeiro não apoiar os desfiles da cidade.

“Ano passado, a gente conseguiu o carnaval aos 47 do segundo tempo. Estamos dialogando com o setor privado e a Light retomou as conversas com sinalização positiva. Estamos sem medir esforços para fechar com o setor privado. Para termos os recursos que entramos no ano passado e também com a parte que a Prefeitura do Rio não vai aportar, infelizmente, que acho pena, porque é dever dela fazer isso. O governador Witzel vai abraçar 100% o carnaval inteiro”.

Sobre os ensaios técnicos na Sapucaí, Ruan citou as obras no Sambódromo como empecilho, mas disse que a luta é para realizar pelo menos um ensaio, que seria o teste de som e luz, no dia 16 de fevereiro, com a Estação Primeira de Mangueira.

“Esse ano temos como dificuldades a questão são as obras do Sambódromo que precisam estar em dia e os Bombeiros liberarem. Estamos dia e noite correndo incansavelmente e sou otimista que vamos salvar novamente o carnaval do Rio de Janeiro. O nosso prazo é até o dia dos desfiles, se der para fazer apenas um ensaio antes, nós vamos fazer. Sou esperançoso”.

Comentários