A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) apresenta em outubro a nova marca do carnaval das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Ao site CARNAVAELSCO, o diretor de marketing da Liga, Gabriel David, revelou uma grande novidade sobre a ideia para elaboração da marca.

Foto: Magaiver Fernandes

“A marca é muito atual, tudo que a gente precisava ter no carnaval ela possui. Pode perdurar no tempo, diria que praticamente eternamente, ela é feita por sambistas em todos os critérios, até do ponto de vista físico a gente usou… Vou dar um spoiler para vocês. A gente usou os movimentos de porta-bandeira pra construir essa marca. Levamos isso pra estúdio para entender como era o movimento do balanço da bandeira. Só a porta-bandeira pra poder fazer. Tem imagens disso. A modelo foi a Selminha Sorriso. Não por ser da Beija-Flor, mas porque acho que hoje é a maior referência que você tem hoje de porta-bandeira”, disse Gabriel David.

Selminha Sorriso disse o que sentiu quando foi convidada para ser inspiração da nova marca dos desfiles do Grupo Especial do Rio.

“Achei lindo. A porta-bandeira é a condutora do símbolo maior das escolas de samba. O manto sagrado, o pavilhão. O casal, os dois personagens, possuem uma resposta muito grande na condução dessa ancestralidade. É um quesito tão solitário e que tem um peso gigantesco. Fiquei muito encantada e grata por representar o segmento”, afirmou.

A porta-bandeira da Beija-Flor citou que completa 30 anos de dança com o mestre-sala Claudinho e falou que ao dançar para criação da marca fez também representando todos os casais do carnaval.

“Me emocionei várias vezes. Agradecei muito a oportunidade de estar ali em um ano muito especial. Tenho certeza que será um carnaval inesquecível e o maior que já vivemos. Participar do processo da nova marca do carnaval, em um ano que completo 30 anos de parceria com o Claudinho, me deixou muito feliz. Fiquei muito honrada. Não estava como Selminha Sorriso e sim uma das representantes das protetoras dos pavilhões das escolas de samba. Responsabilidade muito grande de representar toda minha classe de porta-bandeira”.

Comentários