A Mangueira vai inovar em sua disputa de samba para o Carnaval 2020. Embora ainda não tenha enredo para o desfile do ano que vem, o site UOL divulgou nesta segunda-feira informações acerca do sistema de disputa que vai escolher o novo hino da atual campeã do carnaval carioca. As mudanças foram arquitetadas pelo carnavalesco Leandro Vieira junto com a diretoria da escola.

As principais alterações visam reduzir o desequilíbrio financeiro entre parcerias. Entretanto para inscrever um samba cada parceria precisará dispor de R$ 4.800,00. O valor servirá para custear a gravação das obras em estúdio, já que estão proibidas as tradicionais gravações com intérpretes de outras agremiações. Apenas os cantores da Mangueira podem participar da disputa. As torcidas “comerciais” também estão vetadas do concurso.

Para inscrever o samba as parcerias, além do pagamento que poderá ser parcelado, deverão entregar letras cifradas e os sambas gravados de forma “amadora”. As gravações em estúdio serão realizadas pelos cantores da escola. Cada parceria só poderá contar com 4 compositores.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui