Na noite de sexta-feira, o Sesc Belenzinho sediou o primeiro show do SPRitmo. O projeto reúne grandes percussionistas e mestres de baterias do samba paulistano. Estavam presentes nomes como; Mestre Zoinho, Vitor da Candelária, Fabiano Sorriso, Acerola Angola, Paulinho Sampagode, Rodrigo Moleza, Danilo Buiu, Carlos Café, Klemen Gioz, Guma Sena, entre outros músicos.

A diversidade de musicas cantadas, somado aos arranjos de percussão e cordas em todo o repertório, torna o show diferenciado ao paulistano fã de samba nacional. Dennys Silva, um dos idealizadores, discursou momentos antes do show.

“Agradeço a todos que vieram prestigiar o SPRitmo. A gente sabe o tamanho da dificuldade de colocar um projeto de percussão no palco do Sesc, mas graça ao esforço de todos, conseguimos. E é só o começo”.

Além de muito show de percussão, a parte musical ficou na responsabilidade das vozes de Guilherme Cruz, Clayton Reis, Keilla Regina, Grazzi Brasil e Jorginho Soares. O show contou com a apresentação de Leandro Lehart, que recordou musicas da carreira e sambas-enredo antigos do carnaval de São Paulo. Antes de encerrar a participação, o cantor relembrou projeto que reuniu a maior bateria de escola de samba do mundo e comentou sobre parte dois do DVD ensaio de escola de samba.

“Esse pessoal aqui esteve comigo lá em 2009, na gravação de um projeto super bacana. Muito respeito a cada um que está aqui. É muito legal ver o carinho das pessoas com o projeto de anos atrás, estudantes de música me mandam mensagem até hoje sobre aquele DVD, e eu sou muito grato. O pessoal pede o ensaio de escola de samba parte dois, mas vamos ver”.

Todos os músicos estavam trajados com conjunto combinado entre preto e branco, assim como os profissionais de apoio. A alegria esteve presente em praticamente todos os músicos do palco durante o show.

Momentos antes do final, Dennys comentou sobre as dificuldades e explicou que escolha dos profissionais envolve questões de amizade e entrosamento.

O show encerrou com a música “Assim Caminha a Humanidade”, e levantou o público.

Comentários