Por Gustavo Lima

A equipe do site CARNAVALESCO acompanhou o ensaio de domingo, na quadra da Águia de Ouro, para o Carnaval 2020. Por volta das 21h30, a excelente equipe do carro de som começou a cantar o samba com uma comunidade que está acreditando em coisas muito maiores para 2020 e estão levando os ensaios muito a sério, com muita organização e empenho. A alegria da comunidade é algo a ser destacada.

Samba-Enredo

Uma letra que permite o componente declarar seu amor a escola, melodia para cima e um carro de som muito forte, com os experientes Douglinhas Aguiar, Darlan Alves, além do carioca Tinga, que não estava no último ensaio, mas é um reforço e tanto quando se junta aos demais intérpretes.

“Eu sou suspeito de falar, eu gosto do samba inteiro, mas acho que os dois refrões estão bem legais, acho que nós vamos conseguir conquistar o Anhembi”, declara Douglinhas.

Harmonia

A escola está muito bem nesse quesito. O tempo todos os harmonias e chefes de alas incentivaram os componentes a cantar e foi o que aconteceu. Os intérpretes chamaram a escola, bateria parando para a comunidade cantar a uma só voz, sendo assim, foi o quesito destaque no domingo.

Evolução

Alas bem distribuídas, cada uma com sua camiseta de ensaio, evoluindo pela quadra, fazendo coreografias e brincando com o samba de forma enérgica. Importante ponderar novamente o trabalho dos integrantes da harmonia, incentivando os componentes a todo momento, e surtiu efeito.

Mestre-sala e porta-bandeira

João e Ana mostraram muita simpatia e sincronismo na forma de girar e bailar com coreografias durante o samba. O casal falou sobre como anda a preparação para o carnaval de 2020.

“Esse ano nós estamos remontando muita coisa, o nosso quesito teve algumas modificações e nós independente de sermos um casal bem experiente, temos que se adequar as novas regras e entender qual é a regra do jogo. Por ser um quesito de dança, merece muito mais, merece criatividade e conjunto”, declarou o mestre-sala.

O casal também falou sobre a parte coreográfica e a fantasia que usarão no dia do desfile.

“Nós não modificamos muita coisa na questão do preparo, porque ficamos apenas um mês só parados. Esse ano nós mudamos a nossa logística, ele (mestre-sala) já foi viajar com a coreografia pronta e esse ano a nossa fantasia já está feita. Fico muito emocionada quando eu penso nela, porque não é segredo pra ninguém, nós sempre buscamos nossos materiais no Japão e esse ano nós tivemos a nossa fantasia sendo a parte mais complexa a saia , que foi feita pelo Tsubasa, que é mestre-sala da Império de Casa Verde, mas independente disso é um grande conhecedor. A fantasia está maravilhosa”, afirmou a porta-bandeira.

Bateria

Impressiona a longevidade da Batucada da Pompeia, mestre Juca vem à frente da bateria há 29 anos e parece ter se adaptado ao novo regulamento, fazendo bossas que interagem com os componentes da escola. Juca comentou a adaptação ao novo julgamento e como estão se organizando para o carnaval de 2020.

“Nós estamos preparando a bateria desde a escolha do samba, que foi no começo de setembro. Vamos sair com 252 ritmistas, não é número cabalístico, mas a gente precisa porque a bateria vem com uma fantasia em três cores, pra ter o tamanho exato. Também teremos que fazer bossas esse ano, porque é um dos critérios de julgamento, não é a criatividade, é a ousadia, e temos algumas bossas que estamos ensaiando direto. Vamos investir em coreografia também e vamos pra cima”.

A Águia de Ouro será a quinta escola a desfilar no sábado de carnaval com o enredo “O poder do saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui