O Acadêmicos do Sossego já definiu seu enredo para o Carnaval 2020. No próximo ano, a Azul e Branco do Largo da Batalha vai levar para a Sapucai a história dos ‘Tambores de Olokun’, celebrando as raízes sagradas, históricas e personagens do cortejo negro que nasceu em Pernambuco.

“Nosso carnaval unirá o samba e a loa. O profano e o sagrado. Vamos levar para a avenida, muita música, religiosidade, dança e tudo que reforce a expressividade do Maracatu na formação da identidade cultural brasileira” contou, Marco Antônio.

Com pesquisa e texto de Diego Araújo, o enredo da Sossego promete unir o samba ao maracatu e fazer ressoar o toque dos tambores na Sapucai, como explica o carnavalesco Marco Antônio Falleiros.

“Suas relações sagradas com o mar remontam os tempos míticos de Ilê-Ifé, quando a cerimônia do ‘Ilu-Olokun’ era realizada, clamando ao senhor do mar, calmaria e fartura de pescado. O toque dos tambores reproduzia o estrondar das ondas nos rochedos, evocando a presença de Olokun (Divindade das profundezas oceânicas) e sua corte marinha para receber seus balaios de presentes”, completou.

A Azul e Branco já iniciou os trabalhos para construir seu próximo carnaval, contando com o apoio da apaixonada comunidade do Largo da Batalha e vai buscar forças nos ‘Tambores de Olokun’ para fazer bonito na abertura do segundo dia desfiles, na Marquês de Sapucaí, em 2020.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui