Compositores: Guilherme Moura, Mosart Jr, Gustavo Vinicius e Daniel Didão

TOCA CURIMBA SEÔ JONGUEIRO
PRA BATER TAMBOR D’ANGOLA
SOU TATUAPÉ, SOU RAIZ DO SAMBA!
Ô PRETO VÉIO A BÊNÇÃO COM ARRUDA E GUINÉ!
CAFÉ Ô! CAFÉ!

QUE PRETO É ESSE, Ô CALUNGA, QUE CHEGOU AGORA?
QUE PRETO É ESSE QUE CHEGOU AGORA?!
FIRMA O PONTO NO TERREIRO PRA FESTANÇA
MIRONGUEIRO VEM DE LONGE PRA CONTAR A SUA HISTÓRIA
E O CHEIRO DOCE DO CAFÉ INVADE O CAZUÁ!
ZAMBI SOPROU, FORMOU O AYÊ!
DA TERRA BROTOU O FRUTO
QUE DE GRÃO EM GRÃO SE ESPALHOU
BEBIDA DIVINA NO MUNDO!
AIÊIÊ … NEGRO NA SENZALA VAI COLHER CAFÉ!
AIÊIÊ… VALEI-ME MEU PAI! OURO NEGRO SIM SINHÔ!

AUÊ CATIVERÊ! MEU CATIVERÁ!
OH SÃO BENEDITO NOS LIVRE DO MAL!
VIVA O PRETO VELHO MANDIGUEIRO!
VIVA O PRETO VELHO CURANDEIRO!

LUZ QUE ALUMIA MINHA ESTRADA
E CONDUZ A CAMINHADA NOS TRILHOS DA EVOLUÇÃO!
COM A CHEGADA DE GENTE GUERREIRA,
“TRABAIADEIRA” EM NOSSO CHÃO!
AH MEU CAFÉ! “COM LEITE” É RIQUEZA DA NAÇÃO!
A LUTA FEZ VALER OS IDEAIS
NA ARTE, A POESIA TOCA O CORAÇÃO!
DESPERTA! COM UM GOLE QUENTE DE SABOR!
NAS BORRAS O FUTURO DESVENDOU
ESSA ENERGIA ME SATISFAZ!
OBATALÁ CHAMOU!
MEUS “FIOS”, VOU PRA ARUANDA!
VIVAM NUM MUNDO DE CARIDADE, AMOR E PAZ!

Comentários