Compositores: Macaco Branco, Carlos Bebeto, Guilherme Leste e Bruno Ribas

Em Casuá no Ayê de Aruanda
Os Ogans chegam pra Batucar
É Jakutá, Saravá Umbanda
Adorê as Almas e Obatala
Semeando amor a Vida
No exemplo que Zambi ensinou
Ouro Negro Ancestralidade
Arôma dos Deuses quão doce sabor
Cresceu e viajou pelo mundo inteiro
Coroa e Luz, Reluz em Solo Brasileiro

ESCORRE NA ENXADA MEU SANGUE E SUOR
AO SOM DO BATUQUE DE POVO JONGUEIRO
DE MÃOS CALEJADAS CLAMANDO “ÓH SENHOR”
FIRMA PRETO VELHO CURANDEIRO
ESCORRE NA ENXADA MEU SANGUE E SUOR
AO SOM DO BATUQUE DE UM POVO JONGUEIRO
DE MÃOS CALEJADAS CLAMANDO “ÓH SENHOR”
FIRMA PRETO VELHO MIRONGUEIRO

Lerê, Lerê Senzala
Viu o Progresso e a miscigênação
A queda do Monarca ramifica o Barão
No Ciclo do Café que governou nosso País
Este motor durante a crise foi descarte
Inspira canção e a Arte e torna o Dia Feliz
Poder de cura, amargura, oferenda em ritual
NA ZONA LESTE O CAFÉZINHO É ESPECIAL
MEU PARAÍSO ESPIRITUAL ( Ô YAÔ )

OÔ YAÔ! VIVA AS ALMAS, VIVA A SAGA DO CAFÉ
ECOOU UM CANTO FORTE NA SENZALA
SOU PRETO VELHO, SOU TATUAPÉ

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.