Compositores: Tchelo, Douglas Chocolate, Jocelio, Kleber Souza e Digo Sá

Aueeeeeê…, Auaaaaaá
Seu Preto Véio tem história pra contá
O fio de conta, um cachimbo e café
Adorê as almas, Adorê Tatuapé

Risca o ponto no Congá, canta Yâos
Arruda e guiné, defumá fios de fé
É de Zambi nossa bênção
Quando a gira começar
Ôô, é vovô que vai chegá no Casuá
Ôô, Saravá pra quem chegou
Do ventre da mãe África nasceu
Semente que meus fios cultivou
Espíritos guerreiros ancestrais
No velho mundo seu aroma se espaiou
Cruzou o mar, seduziu
Ouro Negro cobiçado chegou ao Brasil

Bendito louvado seja, cativeiro acabô
Nêgo canta e dança, bate Tambor
O canto Ecoa, não se pode escravizá
vou rezá pra Benedito e benzê o patuá

Cresce a colheita
Dia a dia, grão em grão
Apita o trem da imigração
Cheirinho bom cafezinho de manhã
Das mãos a arte
E delícias se criou
Na borra as figuras se alumiam
Crendices o futuro revelou
Meus fios vou-me embora
Não fique triste não demora vou vorta
Se achegue Preta Véia
Seu axé vai nos guiá
Lá vai calunga chegá Aruanda
O paraíso de Pai Oxalá

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui