Campeã do Grupo de Acesso em 2022, a Estrela do Terceiro Milênio fez história com um enredo e samba marcante sobre a mulher. Pois a agremiação do Grajaú, Zona Sul de São Paulo, busca uma grande estreia no Grupo Especial na próxima temporada e o enredo será: “Me dê a sua tristeza que eu transformo em alegria. Um tributo à arte de fazer rir”.

O carnavalesco Murilo Lobo vai para o seu quinto carnaval seguido na escola e em 2023 falará sobre as mais diversas formas de humor e assim homenagear a arte de fazer rir. Será a primeira escola a desfilar no sábado de carnaval, e já vai buscar transformar qualquer tristeza em alegria começando os trabalhos no Anhembi.

A vice-presidente Mirian Moura conversou com o site CARNAVALESCO no dia do sorteio da ordem dos desfiles e falou sobre como a escola chega para 2023: “A gente chega muito contente, mas também assim com apreensão. É um mundo novo, universo novo para a gente é algo muito maior que a gente vinha trabalhando. Mas nos sentimos preparados. Esses anos de subidas e descidas da Terceiro Milênio deixou mais confortável para chegar e encarar essa jornada nova”.

Com o primeiro acesso para o tão concorrido Grupo Especial de São Paulo, a Terceiro Milênio busca ajustes visando um bom desempenho logo em sua estreia. E a vice-presidente, Mirian, avaliou o futuro.

“Claro que a gente gosta da equipe que trabalha conosco. Mas precisamos acompanhar o grau de evolução. Agradecemos muito o trabalho de todo mundo, valoriza tudo. Mas em alguns quesitos e situações a gente precisa procurar algo diferente, que na verdade, o carnaval precisa trazer o diferente sempre. Senão a gente não desponta. Temos que mostrar algo novo, e aí sim fizemos algumas mudanças. Também para acomodar os interesses dessas equipes e tudo mais”.

Ao ser perguntada se o enredo vai ‘tremer o chão’ como dizia o samba de 2022, Mirian disse: “O carnavalesco tem essa difícil missão de fazer um enredo superior, ou seja, superar esse enredo da mulher. Os compositores também. Precisam trazer um samba que venha a superar esse de agora. Vai ser um grande desafio”.

Fundada em 1998, tem apenas 24 anos e chega com títulos do Acesso 2 em 2019 e o Acesso 1 em 2022. Portanto, a Terceiro Milênio vai fazendo história ano após ano e quer seguir o ritmo para incomodar no Grupo Especial logo em sua estreia.

Comentários