Por Lucas Gomes

Depois de um período fora do início do desfile, a Unidos da Tijuca voltou a trazer sua mascote no carro abre-alas. Representando a Santa Ceia, que veio retratada na parte frontal do carro, a alegoria evidenciou o caráter sagrado do pão, e o pavão representava a visão (os olhos) de Deus.

As cores da escola representadas nos pavões chamaram atenção. Uma das componentes da alegoria, Monique Ximenes, que estreou pela escola, explicou o significado do abre-alas sob a perspectiva dos orixás.

“Essa homenagem é o olho da vida. Seguindo a crença dos orixás, representa a riqueza, a abundância, a prosperidade e a felicidade. É uma alegria estar presente.”

Outra foliã presente no carro, Juliana Maria, realizou um desejo antigo de desfilar pela escola. Juliana se disse feliz e exaltou a temática do enredo.

“Estou realizando um sonho: foi a primeira vez que desfilei. E em um carro que aparece o símbolo da escola e a Sagrada Família. Senti-me lisonjeada. O tema que a Tijuca trouxe é muito importante, e deve ser valorizado e lembrado.”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui