Compositores: Carlos Fionda, Alessandro Falcão, Lua Rodrigues, Anderson Benson e Fadico
Intérpretes: Tinga e Zé Paulo Sierra
Participação Especial: Rafael Miranda

Ah, se eu pudesse ensinar
Para o tal pensador
E o fizesse enxergar a pureza do amor
Pois deixou de entender sua missão
Chicote na mão pra dizer que me doma
Argolas e grades, prisão sob lona
Duelos que inflam seu ego de superior
Sorriso que nasce através da dor

Quem não sabe o que Deus
Não respeita a vida
No dilúvio, o final?
Para nós, a saída
Se tu queimas meu lar e não cuida dos meus
É prenúncio que o tal racional se perdeu

Eis a pureza na essência infantil
Onde jamais o preconceito existiu
Nem todo mal está naquilo que se vê
E o instinto é nosso jeito de viver
Voa Tuiuti, que o paraíso te espera
Faz da profecia, liberdade
A criança é luz da nova era
É consciência da humanidade

Solta os bichos na mata
Deixa em pé a madeira
Que a esperança reside
No verde bandeira

Vai meu Tuiuti, abre o livro sagrado
Abençoado pássaro de fé
Seja curumim, um erê iluminado
Salve a fauna e o seu reinado
Faz a arca de Noé

Comentários